Conteúdos Gestão

A palavra da vez é: Planejamento

A palavra da vez é “planejamento”, estamos em uma época do ano excelente para planejar, repensar e projetar os resultados almejados para 2017. Durante este período reunimos todos os dados e informações que cada setor dentro da empresa apresentou em 2016. Com todas estas informações em mãos, os pontos a serem melhorados, novas estratégias a serem utilizadas e a tomada de decisões se tornam mais assertivos. A análise destes tipos de informações nos proporciona encontrar novos caminhos e processos de inovação para o desenvolvimento e sobrevivência de um negócio.

(7 min. de leitura)

A palavra da vez é “planejamento”, estamos em uma época do ano excelente para planejar, repensar e projetar os resultados almejados para 2017. Durante este período reunimos todos os dados e informações que cada setor dentro da empresa apresentou em 2016.

Com todas estas informações em mãos, os pontos a serem melhorados, novas estratégias a serem utilizadas e a tomada de decisões se tornam mais assertivos. A análise destes tipos de informações nos proporciona encontrar novos caminhos e processos de inovação para o desenvolvimento e sobrevivência de um negócio.

Se sua empresa não possui este hábito, de analise ou até de registro da gestão do seu negócio, a probabilidade de se atingir o resultado esperado neste ou em qualquer outro ano, reduz drasticamente. É muito importante acompanhar o desempenho de um negócio, seja através de suas finanças, de suas vendas, de suas compras, do seu estoque e até das ações de marketing realizadas.

Sabemos que a maneira como a gestão de uma empresa é realizada no ano anterior pode afetar diretamente os resultados almejados para os próximos anos. Se o objetivo principal é ganhar mercado, crescer ou até mesmo se manter entre as primeiras posições perante aos seus concorrentes, a gestão da empresa deve tomar como base o que foi realizado nos anos anteriores.

Todas estas ações de mudanças e novos objetivos se iniciam através do planejamento, que se deve realizar todo início de cada ano. Aquelas promessas que realizamos no final do ano anterior ou na virada de ano, só irão se realizar se nos dedicarmos ao planejamento. Porém, para uma empresa que não têm o hábito, ou que começa um planejamento, mas nunca chega ao fim, como fazer para que o planejamento de 2017 desta vez alcance os resultados pretendidos?

Para que seu planejamento realmente aconteça, é necessário organizá-lo pelos setores principais da empresa e pelas etapas que irão compor cada nova estratégia e novo objetivo pretendido. Neste post falaremos dos planejamentos necessários para diferentes setores dentro da empresa e como melhor organizá-lo, começando pelo Planejamento Estratégico.

1 – Planejamento estratégico

Como falamos no post “4 passos para que sua empresa (re) comece em 2017 com o pé direito”, o planejamento estratégico é a principal e primeira atividade a ser realizada por quem almeja novos e melhores resultados para este novo ano! Durante o planejamento serão revistos os números alcançados pela empresa durante os anos anteriores. Não sabe como calcular os resultados alcançados por sua empresa? Acesse o post: Como calcular os resultados alcançados por sua empresa em 2016?

Estes números servirão como base para a criação das ações que serão tomadas durante este ano, tais como: O que deverá ser feito? Por que será feito? Onde será feito? Quando será feito? Por quem será feito? Como será feito? Qual será o custo?

Após a definição das ações que deverão ser tomadas, se faz necessário criar procedimentos e metas para que estas ações possam ser medidas, e seu desenvolvimento acompanhado. Ao acompanhar e medir estas ações, correções e ajustes poderão ser feitos rapidamente, o que permitirá manter seu planejamento no caminho pretendido. Dúvidas em como criar suas metas? Acesse nosso post: “4 passos para que sua empresa (re) comece em 2017 com o pé direito”, e encontre uma breve explicação em como criar metas para atingir seus resultados.

É importante lembrar que o planejamento, não necessariamente, deva ser composto apenas de forma anual. A criação de metas e novas estratégias também podem ser sazonais e em curto prazo, desta forma, seu planejamento poderá prever novos resultados mensalmente, bimestralmente, trimestralmente ou semestralmente.

Para compreendermos melhor esta questão de objetivos, metas, estratégias e tempo, observe a definição de cada um destes itens no exemplo abaixo e veja a diferença entre cada um deles:

Objetivo: qual é o objetivo principal do meu negócio para 2017? Ex: Crescer e ganhar mercado!

Meta: qual é a meta para alcançar este objetivo? Ex: Aumentar minha participação de mercado em 30%!

Estratégias: E como alcançar esta meta? Através de vendedores, de telemarketing, de marketing digital, parcerias etc.

2 –  Planejamento financeiro

Sua empresa vive apenas para pagar seus custos? Não sabe o seu real faturamento? Não consegue encontrar a lucratividade do seu negócio? Seu preço de venda não está adequado? Sem estas informações, é praticamente impossível realizar projeções ou realizar investimentos no momento certo. Um planejamento financeiro é predominante para que uma empresa tenha fôlego em momentos sazonais de baixa nas vendas, para que o empreendedor consiga fazer os investimentos adequados em momentos de alta nas vendas e para quando chegar ao final do período tenha seus custos todos pagos e lucratividade no final do período. Porém, quais ações devem ser tomadas para começar este planejamento?

A primeira ação para realizar seu planejamento financeiro, é ter um eficiente controle de entrada e saídas de valores do caixa, desta forma é possível ter uma real visão sobre as finanças da empresa, seja através do seu caixa, movimentações de vendas e custos e despesas. Aprenda mais sobre estes controles financeiros no post: Descubra 7 motivos para ter um fluxo de caixa em sua empresa!

Dependendo do volume das movimentações financeiras do seu negócio, pode se tornar impossível criar processos e reunir todas estas informações financeiras, por isto procure utilizar um software de automação comercial, assim como o ConnectStore, sistema desenvolvido pela ACSN, que integra todas as movimentações de entrada e saída a partir das vendas e das emissões de documentos fiscais. Reduza seu tempo e trabalho ao realizar estes controles, com uma ferramenta que auxilie realizar estes controles.

A segunda ação do planejamento financeiro é criar indicadores e métricas de desempenho, onde deverá acompanhar, como exemplo: retorno sobre o investimento, lucratividade, ponto de equilíbrio e rentabilidade. Você pode descobrir mais sobre estes cálculos através do post: Descubra 7 motivos para ter um fluxo de caixa em sua empresa!

Um bom planejamento financeiro também deve acompanhar os possíveis cenários futuros (esta será a terceira ação), além de acompanhar o cenário interno da empresa, também é necessário observar o cenário econômico externo e os efeitos que ele pode causar para o seu negócio.

3 – Planejamento de Marketing e Vendas

Muitos confundem os setores de marketing e vendas, isso se deve ao fato das ações de um setor complementarem as ações do outro. É muito importante que ao definir as estratégias e metas para ambos, elas estejam interligadas. Após definir o objetivo e as oportunidades de mercado para estes setores no planejamento estratégico, é importante definir quais as estratégias e metas que serão utilizadas para alcançá-los. Ao planejar as ações que serão tomadas, procure determinar o seu mercado-alvo e os canais de comunicação adequados para atingir este público, se serão mídias sociais, marketing digital, e propagandas impressas, telemarketing etc. A partir disto, determine também o percentual de potenciais clientes que deverá ser gerado. Qual o percentual destes potenciais clientes deve se transformar em vendas? Verifique e organize se o time de vendas é suficiente e está preparado para gerar estes números.

Porém não devemos pensar somente na geração de novos clientes, mas sim na manutenção dos clientes já existentes. Crie também ações para se relacionar e fidelizar seus atuais clientes, medindo sua satisfação e sua freqüência de compra. Para melhorar o relacionamento com seus clientes e sua fidelização, procure utilizar seu cadastro de clientes, através deste cadastro é possível conseguir dados e informações que auxiliem na hora de criar campanhas e ações promocionais. Não sabe como desenvolver seu cadastro de clientes? Aprenda mais acessando o post: Cadastro de clientes: como uma ferramenta simples pode alavancar suas vendas?

Mas lembre-se tanto para clientes novos e atuais é necessário medir, através de indicadores, a efetividade de suas ações. Controle os valores investidos e o retorno obtido em propaganda, a quantidade de ligações, quantidade de propostas enviadas etc. Estes cálculos mostrarão a efetividade de cada canal utilizado.

4 – Planejamento e controle de estoque

Para finalizar nosso post sobre planejamento, vamos falar de um dos setores que muitas vezes não é visto com tanta importância por muitos empresários, porém todos devem planejar o controle de estoque, este pode ser um diferencial em um mercado tão competitivo. Este planejamento e controle é muito importante para qualquer tipo de empresa, através dele ações como desvios e desperdícios podem ser reduzidos, além de contribuir para a manutenção do capital de giro do negócio, sem haver investimentos desnecessários. Aproveite para acessar o post “10 dicas para não errar na gestão do seu estoque“.

Dentro de um planejamento de estoque devem ser estabelecidos os volumes mínimos ou máximos para realizar um pedido, prazos e períodos específicos para realizar o reabastecimento, rotinas e processos de controles. Sem contar que este planejamento deve estar acompanhado de controles, tais como: o valor total do estoque, estoque de segurança e giro do estoque, por exemplo.

Este planejamento e a execução destes controles podem minimizar o valor total investido no estoque, e consequentemente este capital poderá ser utilizado em outros setores e na realização de novos investimentos.

Não deixe o planejamento de sua empresa apenas como promessa de final ou de início de ano, a distância entre sua empresa e o sucesso pode estar no planejamento do seu negócio. Percebemos que o planejamento pode ser importante tanto para uma empresa se manter competitiva quanto para sobreviver em seu mercado de atuação.

Você já conhece o ConnectStore?

O ConnectStore auxilia na gestão do seu negócio e também contribui para o planejamento estratégico da sua empresa. Oferecendo relatórios completos referente as finanças de sua empresa, as movimentações de suas vendas e no controle do seu estoque, por exemplo.

Ganhe tempo ao realizar a gestão de sua empresa, tenha em mãos as principais informações para você acompanhar os resultados atingidos pelo seu negócio. Tenha dados como ticket médio de seus clientes, recebimentos em atraso, documentos fiscais emitidos por sua empresa, a apuração dos seus resultados financeiros, Fluxo de caixa, Giro do seu estoque e valorização do estoque, de forma simples e intuitiva com o ConnectStore.

Clique na imagem abaixo e conheça um pouco mais do Software de automação comercial desenvolvido pela ACSN.

logo-connectstore-cv10

0 comentário em “A palavra da vez é: Planejamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s