Conteúdos Gestão

4 passos para que sua empresa (re) comece em 2017 com o pé direito!

O ano de 2016 passou, e com ele muitos problemas econômicos também passaram por nós, tais como: inflação, desemprego, impostos elevados e principalmente impasses políticos. Tudo isso afetou a economia nacional, o que infelizmente só fez crescer as incertezas e insegurança do empresariado brasileiro com relação ao desenvolvimento do país e consequentemente das suas respectivas empresas em 2017. Porém, como tornar sua empresa alheia a todos estes acontecimentos, e como continuar empreendendo em 2017 para alcançar novos e melhores resultados neste ano que se inicia?

(6 mim. de leitura)

O ano de 2016 passou, e com ele muitos problemas econômicos também passaram por nós, tais como: inflação, desemprego, impostos elevados e principalmente impasses políticos. Tudo isso afetou a economia nacional, o que infelizmente só fez crescer as incertezas e insegurança do empresariado brasileiro com relação ao desenvolvimento do país e consequentemente das suas respectivas empresas em 2017. Estes fatores contribuem negativamente nos investimentos realizados por empreendedores e no fechamento de empresas, este segundo mais conhecido como “taxa de mortalidade de empresas”.

Porém, como tornar sua empresa alheia a todos estes acontecimentos, e como continuar empreendendo em 2017 para alcançar novos e melhores resultados neste ano que se inicia?

Sabemos que falar sobre motivação e iniciativa é muito difícil em tempos desgastantes como estes em que vivemos, somado a estes problemas a existência de um cenário empresarial altamente competitivo deixa claro a dificuldade que uma empresa pode encontrar para sobreviver. Mas é exatamente em momentos como estes que devemos arregaçar as mangas, se mexer e acreditar no potencial do negócio, é difícil acreditar, mas é nesta hora que devemos nos movimentar e a motivação e inciativa são as chaves para fazer algo diferente do que muitos estão fazendo, e aproveitar este momento para observar o negócio de um ângulo diferente e inovar.

Certamente que ficar alheio a todos estes problemas e ainda desenvolver o negócio não é uma tarefa simples, mas para o empreendedor que deseja sobreviver e desenvolver seu negócio, qualquer iniciativa a ser tomada deve ser realizada a partir de hoje.

É pensando nestas atitudes que nós da ACSN, durante este mês de janeiro, traremos dicas e soluções focadas em planejamento e estratégias para que sua empresa alcance resultados positivos ao final de 2017.  O projeto da ACSN, em ajudar oferecendo conteúdos, que auxiliem a empreendedores a desenvolver seus negócios e a melhorar seus resultados, começou em nosso blog através do post: “O caminho para o sucesso de sua loja através de 8 passos”. Neste post, nós trouxemos dicas essenciais para que empresários, de vários setores do varejo, pudessem desenvolver e atingir novos resultados em seus respectivos negócios, através de estratégias simples e internas que qualquer empresário poderia executar. É seguindo este modelo de pensamento que criamos este novo post “4 dicas para que sua empresa comece 2017 com o pé direito! ”, onde trazemos 4 soluções simples para que seu negócio continue inovando em seu mercado de atuação neste ano.

1 – Planejamento Estratégico

Para que sua empresa realmente atinja os resultados almejados em 2017, e não seja mais uma daquelas promessas feitas no início de ano (que geralmente não chegam até o mês de fevereiro ou março), é muito importante criar ou rever o planejamento estratégico do negócio. Assim como a construção de um imóvel, a construção dos resultados da sua empresa também deverá passar por um planejamento prévio. Este é o momento ideal para fazer uma análise geral do negócio e repensar alguns pontos importantes como: quais as oportunidades econômicas que tenho disponíveis ao meu negócio? Existe alguma oportunidade de crescimento da forma como trabalho hoje, como produzo, comercializo ou ofereço meus serviços? Terei que aumentar meu mercado de atuação para crescer?  Se existirem estas oportunidades, terei condições internas, tais como: estrutura, recursos financeiros e mão-de-obra qualificada para alcançar este crescimento?

Durante estas reflexões serão levados em consideração 4 fatores que impactam diretamente no crescimento de qualquer negócio: as forças, as fraquezas, as ameaças e as oportunidades encontradas pela empresa. Quando falamos de forças e fraquezas estamos nos referindo ao lado de dentro da empresa, como por exemplo: quais são os pontos fortes do meu negócio que eu posso explorar ao meu favor (neste caso pode ser algum departamento que se destaque ou até mesmo a qualidade no atendimento ao cliente) e quais são os pontos fracos que devo eliminar ou corrigir para que não atrapalhem meu crescimento (centralização de pessoal ou comunicação interna falha)?  Já com relação as ameaças e oportunidades, estas estão ligadas a fatores externos que impactam o negócio como, por exemplo: quais ameaças devo me atentar para não perder mercado (novos concorrentes ou impostos) e quais oportunidades eu posso aproveitar para alavancar meu negócio (novas regras e leis ou enfraquecimento de um concorrente direto)?

Com as respostas para estes questionamentos encontradas, é possível definir o caminho a ser seguido em 2017, desta forma: onde a empresa está, onde ela deseja chegar e o que se deve fazer para chegar até lá?

Para ter esta visão de um ângulo diferente e enxergar os fatores internos e externos do ambiente organizacional, se faz necessário compartilhar a criação e desenvolvimento deste planejamento estratégico com outras pessoas, tomadoras de decisões dentro da empresa, tais como: gerentes, gestores, coordenadores etc. Este pessoal trará uma visão diferente e mais ampla para o planejamento.

2 – Defina as ações que serão tomadas!

Após identificar o caminho a ser planejado, uma outra etapa muito importante dentro do planejamento estratégico é organizar as ações que serão tomadas e como serão realizadas como, por exemplo, o que deverá ser feito para atingir determinado objetivo? Como serão executadas estas ações? Qual prazo para sua execução? Quem ou quais departamentos ficarão responsáveis pela execução? E por fim, quanto custará para realizar estas ações?

A organização destas ações, acompanhadas de metas e estratégias bem definidas aumentarão as chances de obter resultados positivos.

 

3 – Porém, como definir estas metas?     

Está claro que a definição de metas e estratégias contribuem definitivamente no resultado final de qualquer ação, porém muita atenção ao definir as metas da sua empresa para o ano de 2017, pois não adianta muito definir metas que não sejam realizáveis, duplicar ou triplicar a meta do dia para a noite ou criar metas que também não deem para medir ou quantificar os números alcançados até então, não valerá de nada além de impactar negativamente no resultado final.

Quando for definir as metas de sua empresa para o ano de 2017, utilize como orientação a metodologia S.M.A.R.T, seguindo este conceito suas metas deverão ser:

  • S = Specific (Especificas, detalhando exatamente qual é a sua meta);
  • M = Mensurable (Mensuráveis, possível de medir, dimensionar, quantificar);
  • A = Attainable (Atingíveis, que seja possível de alcançar, realizável);
  • R = Relevant (Relevantes, importante, que mereça atenção e dedicação);
  • T = Time Based (Temporais, prazo definido, data limite).

Seguindo esta metodologia simples, é possível criar metas facilmente gerenciáveis. Metas quando são medidas e acompanhadas de perto tem uma maior efetividade no resultado final, além disto, conforme disse o maior escritor, professor e consultor em Gestão de Negócios, da história, Peter Drucker: “O que pode ser medido pode ser melhorado! ”

4 – “Pense fora da caixa”, inove!

Conhecer os processos e organizar a rotina de qualquer negócio é muito importante para poder acompanhar o desenvolvimento do negócio, porém um outro fator relevante para manter uma empresa competitiva e sustentável é a inovação, ou como muitos dizem é o “pensar fora da caixa”. Procure analisar as necessidades e problemas a serem resolvidos em seu mercado de atuação, e certifique que seus produtos ou serviços atendem ou possam resolver estes problemas. Afinal, obstáculos são excelentes oportunidades para se criar ou oferecer novas soluções para pessoas e empresas.

Inovar não é apenas inventar um produto ou serviço, inovação também é melhorar e ajustar algo os processos que já existem. Com mercados altamente competitivos, apenas se mantem firme aquelas empresas que estão sempre se reinventando e acompanhando tendências.

Porém, o processo de inovação exige que o empreendedor não tenha medo de errar e opte por deixar de inovar. Errar faz parte do processo de inovação, e conviver com a possibilidade do erro faz com que o ambiente esteja propício a inovação e a melhoria continua.

Invista em novas estratégias e ideias, que agreguem valor ao seu negócio, você pode inovar nos produtos que comercializa, nos serviços que sua empresa oferece, até mesmo em processos internos, como a utilização de novas tecnologias para produção, na criação de um novo setor dentro da empresa ou até mesmo procurar um novo mercado de atuação, tudo isso é considerado processo de inovação.

A inovação pode ser uma excelente aliada na busca por novos e positivos resultados, para começar a inovar basta procurar conhecer bem seu mercado de atuação ou encontrar novos mercados onde seja possível atuar. Tendo as informações e dados destes mercados em mãos é possível entender ou conhecer as necessidades de cada um deles e quais ações podem ser tomadas para expandir sua participação.

Alçar novos voos sempre exige novas atitudes e ações de qualquer pessoa, arriscar, às vezes, também não soa muito bem no ouvido de outras tantas pessoas, é o famoso “sair da zona de conforto”. Porém fica claro, para quem deseja novos e diferentes resultados, que novas ideias, estratégias, atitudes e novos planos (fazer de forma diferente) deverão ser traçados e executados durante este caminho. Compartilhe este caminho com sua equipe, novas ideias e soluções irão aparecer. Incentive a troca de ideias e veja como, o planejamento, a organização, as metas e as inovações irão aparecer e acontecer facilmente.

 

2 comentários em “4 passos para que sua empresa (re) comece em 2017 com o pé direito!

  1. luis h cavallaro

    Bom dia contratei sua empresa para dar um suporte no CTE apos 4 dias assinado o contrato fui infomado que vcs nao trabalhava com esse serviço lamentavel

    Curtir

    • Olá Luis Boa tarde.
      Agradecemos ao seu comentário e pela oportunidade em esclarecermos o ocorrido, esperamos que após contato telefônico realizado, todas as dúvidas tenham sido esclarecidas!
      A ACSN está à disposição.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s